domingo, 29 de setembro de 2013

Quatro estados concentram metade dos internautas do Brasil, diz Pnad

SP, Rio, Espírito Santo e Minas reúnem 41 milhões de conectados à web.
Em 2012, Brasil chegou aos 83 milhões de internautas, diz IBGE.


São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. Um a cada dois brasileiros com acesso à internet mora em algum desses quatro estados. O Sudeste fechou o ano de 2012 reunindo 49,4% de todas as pessoas com acesso à web no Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta sexta-feira (27).
Brasil possui 83 milhões de internautas, mas concetrados no Sudeste
EstadosInternautas
em %em milhões
Norte6,425,3
Nordeste20,1716,7
Sudeste49,4641
Sul15,6313
Centro-Oeste8,317
Fonte: IBGE/Pnad 2012
As informações estão presentes na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), referente a 2012.
Com 41 milhões dos 83 milhões de internautas do país, apesar da predominância entre os usuários, o Sudeste é a região onde moravam 43% dos brasileiros na faixa de idade da amostra utilizada pelo IBGE, os maiores de 10 anos.
Em 2012, o contingente de brasileiros com acesso à internet cresceu 6,8% ante o número de 2011, quando 77,6 milhões se conectavam à web. Com isso, a internet avançou no país e já conecta 49,2% das pessoas –essa fatia era de 46,5% há dois anos.
Apesar disso, a concentração dos internautas nos quatro estados do Sudeste já foi mais acentuada em 2011, quando chegou a 49,86%. A pequena queda no peso da região em relação ao total das conexões nacionais ocorreu devido ao avanço do Nordeste, Norte e Sul.
Já na segmentação por idade, a faixa dos adolescentes dos 15 aos 17 anos é aquela em que o uso da internet possui maior concentração de adeptos, de 76,7%. Na sequência surge a faixa dos jovens entre 18 e 19 anos: 73,8% deles são internautas.
O menor percentual é registrado entre as pessoas com mais de 50 anos, em que 20,5% das pessoas se conectam à internet.
Os domicílios com computador que possui acesso à internet somaram 25,3 milhões e chegaram a 40% do total em 2012, segundo a Pnad. Em 2011, apenas 37% das casas estavam equipadas com PCs que podiam acessar a web.