domingo, 22 de setembro de 2013

Milhares de chilenos marcham por direitos humanos, 40 anos após golpe de Pinochet


Milhares de chilenos marcharam neste domingo, em Santiago, pelos direitos humanos, para marcar o 40º aniversário do golpe de Augusto Pinochet, ocorrido em 11 de setembro de 1973.
A manifestação, convocada anualmente pela Assembleia Nacional dos Direitos Humanos, começou na emblemática avenida Alameda da capital chilena. Parentes de vítimas da repressão exibiam 2 mil fotografias de detidos e desaparecidos.
Com cartazes em que se lia "Quarenta anos após o golpe, nada, nem ninguém, está esquecido", bandeiras e gritos contra Pinochet, os manifestantes marcharam em um ritmo de festa, por quase duas horas, até o cemitério geral de Santiago, onde fica um memorial às vítimas do regime Pinochet.
Durante a passeata, que reuniu 60 mil pessoas, segundo os organizadores, cerca de 100 manifestantes encapuzados destruíram o patrimônio público, ergueram barricadas e enfrentaram com pedras e pedaços de pau a polícia, que os dispersou com jatos d'água e gás lacrimogêneo.
"Depois de 40 anos, esta marcha mostra que não iremos descansar até sabermos o que aconteceu com nossos detidos e desaparecidos. Exigimos verdade e justiça", disse Lorena Pizarro, presidente do Grupo de Familiares de Detidos Desaparecidos.
Durante a ditadura Pinochet (1973-1990), foi registrada uma repressão que deixou mais de 3,2 mil mortos, além de 38 mil pessoas que sofreram torturas, segundo dados oficiais. Pinochet morreu em 10 de dezembro de 2006, sem ser condenado.

Publicado em: 08 de Setembro de 201316h31  atualizado às 16h55

A partir dos seus conhecimentos e interpretação, responda os seguintes desafios:

  1. Qual é a relevância desta noticia para o estudo da geografia?
  1. No Brasil ocorreu algum fato histórico parecido com o exposto na noticia? 
  1. Podemos verificar a ocorrência de manifestantes encapuzados neste ato, o que também ocorreu no Brasil. Você é contra ou a favor de manifestações sem identificação? Justifique sua reposta.

Maduro diz que EUA tem plano de "colapso total" para a Venezuela


O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, denunciou na noite de sábado um plano elaborado na Casa Branca para provocar o "colapso total" de seu governo em outubro com a sabotagem da distribuição de alimentos, energia elétrica e combustível, entre outros.
"Eu tenho os dados da data na qual aconteceu uma reunião na Casa Branca, o nome e sobrenome dos participantes. Eu sei quais são os planos que eles fizeram, fizeram o plano de colapso total do país", disse. "Eles pensam que em outubro a Venezuela entra em colapso, assim planejaram, que sabotariam a comida das pessoas, a eletricidade, o combustível e as refinarias", afirmou o governante, antes de destacar que muitas pessoas nos Estados Unidos passam esta informação.
Na terça-feira, Maduro acusou a oposição venezuelana de sabotagem contra o sistema elétrico após um apagão que deixou 70% do país às escuras por pelo menos quatro horas. "O império entra em colapso antes que esta Venezuela, que não vai entrar em colapso nem por sabotagem nem por nada", afirmou Maduro.
Nos últimos meses, o governo venezuelano fez várias denúncias sobre conspirações contra Caracas e para assassinar Maduro, que chegou a afirmar que os Estados Unidos planejavam matá-lo ao mesmo tempo em que atacavam a Síria.
No fim de agosto, as autoridades prenderam dois colombianos acusados de envolvimento com um grupo que supostamente queria matar Maduro, um plano que segundo o governo teria o envolvimento do ex-presidente colombiano Alvaro Uribe, o que este negou. O governo denuncia de maneira frequente supostos planos de assassinato contra Maduro, como fazia frequentemente o falecido presidente Hugo Chávez.


A partir dos seus conhecimentos e interpretação, responda os seguintes desafios:

  1. Segundo a noticia o que seria um colapso total? 
  1. O que os EUA ganhariam em promover está ação na Venezuela? 
  1. Qual é o sistema político e econômico predominante nos EUA e na Venezuela? 
  1. Em sua opinião qual seria o melhor país para se viver? Justifique sua reposta.

Raúl Castro recebe alto dirigente comunista do Vietnã


O presidente de Cuba, Raúl Castro, e o membro do Birô Político do Partido Comunista do Vietnã (PCV), Le Hong Anh, tiveram neste sábado em Havana um encontro no qual ressaltaram o "excelente" estado das relações bilaterais.
Hong Anh e Castro, que é primeiro-secretário do governante Partido Comunista de Cuba (PCC), repassaram este sábado o "excelente estado das relações que unem ambos os partidos, Governos e povos", segundo informe da televisão estatal.
O informativo oficial também acrescentou que os dirigentes "ratificaram a vontade mútua" de continuar aprofundando os vínculos entre a ilha e o país asiático.
Hong Anh, que já fez viagens oficiais a Cuba em 1978 e 2004, chegou na terça-feira em visita oficial a Havana, onde também teve reuniões com o vice-presidente cubano e segundo secretário do PCC, José Ramón Machado Ventura, e com o líder do Parlamento, Esteban Lazo.
A agenda de trabalho do funcionário vietnamita em Cuba incluiu também percursos por instituições e províncias.
O Vietnã é considerado pelo Governo de Cuba como um aliado político e econômico, com um comércio bilateral que nos últimos anos superou os US$ 500 milhões.
O presidente Raúl Castro visitou o Vietnã em 2012, dentro de uma viagem que também o levou à China e à Rússia.


A partir dos seus conhecimentos e interpretação, responda os seguintes desafios:

  1. Qual é a capital de Cuba? 
  1. Qual foi o presidente de cuba anterior a Raul Castro? 
  1. O que o Vietnã e Cuba têm em comum?

Tempestade tropical se forma na costa oeste mexicana


Uma nova tempestade tropical com o nome de Lorena se formou nesta quinta-feira no Oceano Pacífico, com efeitos nos estados mexicanos de Michoacán, Colima, Jalisco, Nayari, Sinaloa e Baixa Califórnia Sul, informou o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).
O organismo disse que esta nova tempestade tropical estava no começo da noite a 180 quilômetros a oeste-sudeste de Cabo Corrientes (Jalisco) e a 460 quilômetros a sudeste de Cabo San Lucas, na Baixa Califórnia Sul.
"Lorena" se desloca com ventos sustentados de 65 km/h e sequências de 85 km/h em direção a noroeste, a cerca de 19 km/h, detalhou o organismo, com um índice de periculosidade moderado.
A tempestade tropical continuará se aproximando do litoral do Pacífico central mexicano com a possibilidade de se aproximar gradualmente ao sul da península de Baixa Califórnia, segundo o SMN.
O órgão lembrou que "Lorena" é o 12º ciclone tropical com nome da temporada 2013 no Pacífico, onde se formaram os furacões Barbara, Cosme, Dalila, Erick, Gil e Henriette, assim como as tempestades tropicais Alvin, Flossie, Ivo, Juliette e Kiko.
Para a temporada 2013 são previstos 19 ciclones tropicais com nome no Pacífico: seis tempestades tropicais, oito furacões moderados e cinco intensos.


A partir dos seus conhecimentos e interpretação, responda os seguintes desafios:

  1. Entre quais latitudes podem ocorrer tempestades tropicais? 
  1. Como se forma um ciclone? 
  1. O que estas tempestades podem causar?

Tremor de 5,2 graus na escala Richter atinge extremo norte do Chile


Um tremor de 5,2 graus na escala Richter foi sentido neste sábado no extremo norte do Chile, a princípio sem deixar vítimas ou qualquer dano material.
O fenômeno foi registrado às 15h15 (hora local e de Brasília), e seu epicentro se situou a 79 quilômetros da cidade de Colchane, que por sua vez está a 1.990 quilômetros ao norte de Santiago, segundo o Serviço de Sismologia da Universidad do Chile.
O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha apontou que as características do tremor "não reúnem condições necessárias para gerar um tsunami no litoral do Chile".
O Escritório Nacional de Emergência, ligado ao Ministério do Interior divulgou que nove cidades do extremo norte do país foram afetadas.

Disponível em: < http://noticias.terra.com.br/mundo/america-latina/tremor-de-52-graus-na-escala-richter-atinge-extremo-norte-do-chile,ec84489e9a3f0410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html>Publicado em: 07 de Setembro de 201320h07 atualizado em 07 de Setembro de 2013 às 21h30

A partir dos seus conhecimentos e interpretação, responda os seguintes desafios:

  1. Explique como ocorre os terremotos? 
  1. Podem ocorrer terremotos no Brasil? 
  1. Como funciona a Escala Richter?